Fátima do Sul
Ausência do FátimaFolia vai ser bastante sentida
Fátima do Sul não terá carnaval de rua este ano
10 FEV 2020
Por Arceno Athas
00:00

Fátima do Sul não terá carnaval de rua este ano. A prefeita Ilda Salgado Machado justificou o cancelamento do tradicional "FátimaFolia" pela falta de recursos específicos, o que demandaria transferir esses recursos de outras áreas importantes, daí o anúncio da medida. É bem verdade que muita gente, incluindo grande massa de Dourados e região de influência de Fátima do Sul como Vicentina, Jateí, Gloria de Dourados e os distritos, sentirão a ausência da festa, porém julga-se que "os fins justificam os meios".

"A definição do Carnaval envolve os três dias de festas que precedem a quarta feira de cinzas. É uma palavra que tem origem no latim "carna vale" e que significa dizer "adeus à carne". O carnaval chegou ao Brasil através das festas que ocorriam na Europa, principalmente na Itália e na França, no século XVII. As fantasias de pierrô (pierrot) e de colombina foram logo incorporadas ao carnaval brasileiro. No início, as festas de carnaval aconteciam nas ruas, com desfiles de fantasias. Posteriormente, passaram a ser realizadas nos clubes, onde eram tocadas as marchas, os sambas e os frevos preparados para os festejos.

A origem do Carnaval está relacionada com determinados rituais de fecundidade da terra, que eram organizados na passagem de ano e no início da Primavera. No entanto, com o aparecimento do Cristianismo, o Carnaval perdeu um pouco do seu caráter simbólico e místico. Os bailes de máscaras foram criados na França, apenas por volta do século XVII, mas rapidamente ficaram populares em outros países. Durante o Renascimento, as festas carnavalescas atingiram uma grande popularidade, principalmente na Itália (em Roma e Veneza). No Brasil, apesar do Carnaval ter um grande componente turístico, ainda mantém a sua espontaneidade, que se fortaleceu através do folclore popular". Fonte: Google.